DHS alerta população para cuidados contra a dengue

Ações de procura e remoção de criadouros, e nebulização, foram intensificadas em bairros que registraram casos positivos da doença

O Departamento de Higiene e Saúde de Pompeia segue com ações contínuas de alerta sobre o risco de uma escalada nos casos de dengue neste ano. Dados atualizados revelam que, em janeiro de 2020, foram confirmados 23 casos de dengue na cidade.

“Nossas ações de prevenção são contínuas e acontecem durante todo o ano. Sabe-se que 80% dos criadouros do mosquito ainda estão nos domicílios, nos recipientes que acumulam água parada. Precisamos urgentemente da participação da população para eliminação dos focos, acabando com o ciclo de proliferação, e este hábito deve ser diário”, destacou o superintendente do DHS, Rogério Teixeira Barbosa.

A maior incidência da dengue tem relação direta com a temperatura e o grande volume de chuvas nesta época do ano. Bairros como o Olmira e América II receberam nas últimas semanas ações de nebulização, seguidas da participação dos Agentes de Endemias e equipe da Vigilância Sanitária, por serem bairros que apresentam grande parte dos casos positivos de dengue do município. “Os recipientes deixados nos quintais, como pneus, vasos de plantas, garrafas plásticas, latas, sucatas, dentre outros materiais inservíveis, acumulam água da chuva e se transformam em lugares propícios para a proliferação do mosquito, que também se prolifera na água suja”, explica o diretor da Vigilância Sanitária, João Marcelo Destro “Shell”.

“São informações que repetimos diariamente nas salas de espera das Unidades de Saúde, em emissoras de rádio, nas mídias sociais e por meio de nossas equipes técnicas e de visitas domiciliares, realizadas pelos agentes comunitários de saúde e agentes de endemias do município”, complementou a enfermeira responsável pelo setor de Vigilância Epidemiológica, Adriana Fernandes Parra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *