DHS convoca moradores para diagnosticar e tratar a Hepatite C

Ação visa conscientizar sobre a importância da prevenção, do diagnóstico e do tratamento das hepatites virais. Sem o teste, a pessoa que tem o vírus só vai sentir sintomas quando a doença estiver em estágio muito avançado.

O Departamento de Higiene e Saúde de Pompeia, por meio do setor de Vigilância Epidemiológica, em atenção ao mês intitulado “Julho Amarelo” contra as Hepatites Virais, segue convocando a população para fazer o teste da hepatite C e se vacinar contra as hepatites A e B. O atendimento está disponível em todas as unidades de saúde, não sendo necessário prévio agendamento ou passagem por médicos, bastando apenas o atendimento ofertado por uma das enfermeiras.

A recomendação é feita especialmente para pessoas com mais de 40 anos. O Ministério da Saúde considera primordialmente esta faixa etária porque nas décadas de 80 e 90 havia mais uso de drogas injetáveis, transfusões de sangue e hemodiálise com menor controle, além de sexo desprotegido. Por isso, são consideradas populações de risco estes indivíduos dentre outros que apresentem demais formas de exposição.

“Estamos intensificando as informações à população quanto a importância do diagnóstico precoce destas infecções, ofertando também os testes rápidos e posteriormente, o encaminhamento para o tratamento”, informou Luciana Martessi, enfermeira epidemiológica, além de enfatizar que existe cura para hepatite C, tratamento para hepatite B e prevenção através da vacinação das hepatites A e B.

Sem o teste, a pessoa que tem o vírus só vai sentir sintomas quando a doença estiver em estágio muito avançado. A transmissão da hepatite C, causado pelo vírus HCV, se dá pelo sangue contaminado, por relação sexual, de mãe para filho e em ambiente hospitalar. De acordo com dados do Ministério da Saúde, milhões de pessoas no Brasil são portadoras dos vírus B ou C e não sabem. Elas correm o risco de as doenças evoluírem (tornarem-se crônicas) e causarem danos mais graves ao fígado como cirrose e câncer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *