DHS e Unidades de Saúde intensificam ações e planejamento contra novos casos de dengue em Pompeia

A iniciativa teve por objetivo reforçar a mobilização social para a prevenção e redução no número de casos de dengue no município. 

Nos últimos dois anos, Pompeia teve uma redução significativa nos casos de dengue, doença transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti, fruto das ações de orientação e enfrentamento desenvolvidas pelo Departamento de Higiene e Saúde (DHS), através dos setores de Vigilância Sanitária e Epidemiológica. Mesmo assim, o principal objetivo agora é evitar novos riscos de epidemia.

Em 2015, o município enfrentou uma das piores crises recentes em relação a dengue. Naquele ano foram registradas 894 notificações da doença, sendo 773 casos confirmados. Em 2017, as ações de controle passaram a surtir efeito, e o ano terminou com apenas 1 caso da doença. Já neste ano, foram confirmados até o momento 184 casos na cidade, sem nenhum registro de óbito.

Na avaliação do superintendente do DHS, Rogério Teixeira Barbosa “Pida”, a luta pela diminuição dos casos e o enfrentamento ao mosquito Aedes aegypti é resultado do planejamento e empenho de toda equipe e da gestão. “Tivemos a preocupação desde o início de agir o quanto antes para que não enfrentássemos novas epidemias de doenças relacionadas ao Aedes. Infelizmente neste ano de 2019, tivemos um grande número de moradores com a doença, mas graças ao empenho de todos, principalmente dos Agentes Comunitários de Saúde, Sanitários e de Endemias, e de toda a população que têm se conscientizado da importância de cada um fazer o seu papel, nós estamos conseguindo vencer esta batalha”, comenta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *