DHS inicia campanha de incentivo à doação de leite materno

(Fotos: Pedro Ventura/Agência Brasília)

 

Ação visa bebês prematuros, que, muitas vezes, não podem ser amamentados pelas próprias mães

Com o objetivo de mobilizar a sociedade para a importância da amamentação e doação de leite materno, o Departamento de Higiene e Saúde e o programa de apoio ao aleitamento materno do Grupo Jacto, denominado “Um Jacto de Amor”, já programam para este mês, encontros entre gestantes pacientes das unidades de saúde do município, mães, enfermeiras e equipe de coleta.

A ação visa incentivar mães que amamentam a serem doadoras voluntárias, ampliando o estoque de leite materno coletado e distribuído aos recém-nascidos prematuros e de baixo peso. Vale ressaltar que o leite coletado é apenas a sobra, já que deve ser retirado depois que o bebê mamar ou quando as mamas estiverem muito cheias. Feita a coleta, o frasco com o leite é armazenado no congelador ou freezer, onde pode ficar por até 15 dias.

Para doar, a mulher precisa estar amamentando exclusivamente no peito e se dispor a doar o leite que estiver sobrando. A doadora precisa ser saudável, não fazer uso de medicamentos ou drogas, não fumar e não fazer uso de álcool.

As mães que se enquadram nos critérios estabelecidos, podem procurar as Unidades de Saúde ou fazer a ligação direta para o próprio programa, através dos telefones disponibilizados pelas integrantes que são: 3452 2097 (Celina), 3452 4456 (Leila), 3452 1948 (Wanda), ou pelo telefone 3405 2283 – ambulatório da Unipac.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *