DHS promove encontro com gestantes nesta sexta-feira (23/8)

O Departamento de Higiene e Saúde, através do NASF (Núcleo de Apoio à Saúde da Família), convida todas as gestantes do município e mães que estão amamentando, a participarem de palestras e orientações em alusão a campanha “Agosto Dourado”, de tema “Amamente”, nesta sexta-feira, dia 23 de agosto, às 14h30, nas dependências do Clube JK.

O encontros terá como temática: os aspectos emocionais da gestação, pré-natal, cuidados com o bebê, direitos da gestante, nutrição, entre outros de importância para a mãe e sua família. Ao final, as mamães presentes participaram de um sorteio de brindes.

A ação visa a troca de saberes e transmissão de informações, que possibilita que a gestante passe por esse processo mais segura e confiante, amparada pelos profissionais e pela rede municipal de saúde. Além disso, cria-se vínculos de saúde que possibilitam melhora na qualidade de vida da mulher, do bebê e da família.

Doe Leite

O leite materno é o único alimento de que o bebê precisa nos primeiros seis meses de vida. Muitas vezes, um parto prematuro ou um problema de saúde impedem que a mãe consiga produzir o leite necessário para o recém-nascido. Por esse motivo, desde 2008, a equipe voluntária deste programa vem realizando um trabalho de conscientização junto a mães que tenham farta produção de leite para que doem para bebês que estão internados ou cujas mães não produzem leite suficiente.

Para doar, a mulher precisa estar amamentando exclusivamente no peito e se dispor a doar o leite que estiver sobrando. A doadora precisa ser saudável, não fazer uso de medicamentos ou drogas, não fumar e não fazer uso de álcool. As mães que se enquadram nos critérios estabelecidos, podem procurar as unidades de saúde ou fazer a ligação direta para o Programa “Um Jacto de Amor”, através dos telefones disponibilizados pelas integrantes que são: 3452 2097 (Celina), 3452 4456 (Leila), 3452 1948 (Wanda), ou pelo telefone 3405 2283 – ambulatório da Unipac.

A atitude de amor das doadoras contribuiu para a sobrevivência de centenas de bebês que utilizam as UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) dos hospitais de Marília, onde é atendida a população regional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *